Home | Fale Conosco   Cadastre-se         

NOTÍCIAS

Autoridades ambientais negam informações sobre bombeamento ilegal de água realizado pelo Grupo Votorantin em Vazante, MG

Data da notícia: 14/08/2002

A CMM-Companhia Mineira de Metais, mineradora do grupo Votorantin, está ilegalmente, sem a chamada autorização de outorga, rebaixando o lençol freático da área de 92km2, no município de Vazante, ao volume de 7.500 m3 por hora, o que caracteriza o maior bombeamento de água do Brasil para minas subterrâneas.

A denúncia é do proprietário da Fazenda Salobo, um dos principais imóveis prejudicados pelo rebaixamento do lençol freático, empresário Gilberto Mach Barreto. Segundo ele, os estudos demonstram que o bombeamento é absurdo e levará à exaustão do aqüífero onde se insere a mina da CMM e à desertificação de toda a região de aproximadamente 90 km2, com centenas de propriedades rurais.

Gilberto Barreto lembra que a última autorização de outorga que a CMM obteve foi em 1992 e permitia o bombeamento de 2.600 m3 por hora. “Esta autorização”, afirma ele, “já caducou, mas o grupo Votorantin, de forma prepotente e irresponsável, não apenas mantém o rebaixamento, como também praticamente triplicou o volume de água em bobeamento e se recusa a implementar qualquer medida mitigadora. O pior de tudo é que as autoridades públicas nada fazem para deter esse vergonhoso crime ecológico”.

O órgão responsável pela emissão da autorização de outorga é o IGAM-Instituto Mineiro de Gestão de Água, cujo diretor geral, Sr. Willer Hudson Pós, nega-se a prestar informação, embora já tenha recebido de proprietários de terras da região nove pedidos de esclarecimentos. “Esse comportamento do Sr. Willer”, diz Gilberto Barreto, “é estranho, porque ele sabe que corre o risco de vir a ser enquadrado na Lei de Crime Ambiental, por omissão da verdade ou sonegação de informações ou dados técnico-científicos em procedimentos de autorização ou de licenciamento ambiental. A pena é de um a três anos de reclusão, e multa”.

Ecodenuncia.org 2009
Denuncia do Crime Ambiental em Vazante MG